28 junho 2007

Nem toda corrente é grilhão





O ORIGINAL


está em:
http://www.flickr.com/photo_zoom.gne?id=111435375&size=s

27 junho 2007

O Ser humano é o único animal que...


Os filósofos pensam que "O homem é o unico animal que sabe que vai morrer". Mas nem todos, Aristóteles disse que "O homem é o único animal que ri" e oVerissimo completou que "O homem é o único animal que ri dos outros".

Também já ouvi que :
O homem é o único animal que sempre quer mais do que precisa, inclusive comida ou ainda mais assustador: O homem é o único animal que mata por prazer.

Eu por outro lado, não acho que estes acima sejam Homens, são apenas homens. Eu acredito que dentro de cada um mora um SER humano, que pode fazer desse um mundo melhor. Muitas vezes me perguntam se acredito em Deus e digo que prefiro acreditar no Homem para resolver as coisas por aqui... Prefiro ver o Homem como o unico animal que planta árvores.

E melhor, mesmo sabendo que ele não viverá para comer seus frutos, nem desfrutará de sua sombra, mas como diz o Rubem Alves, ele não liga, pois crianças brincarão nos balanços em seus galhos.

Questão da ANPAD de Analítico - Setembro de 2007

Questão da ANPAD de analítico

Caros,
Me desculpem, normalmente a ANPAD tem uma ou outra questão mal formulada na prova de analítico, mas isso aqui é demais, a questão era tão ruim que fui obrigado a comprar o material para saber se havia perdido algo antes de incluir essa questão na aula do curso preparatório prova ANPAD e na apostila...
Compartilho com os senhores o surto da ANPAD.. o que me espanta é que as pessoas não pedem a anulação destas questões:

ANPAD - SET 2007 - Analítico - Q.20.
Desde 1988, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) tem realizado um trabalho de monitoramento na Floresta Amazônica que revela estimativas, em Km2, da área devastada nessa região. Entre 1994 e 1995, o número constatado foi de 29.059km, o maior até hoje. E o último levantamento, efetuado entre 2003 e 2004, mostrou a segunda maior taxa: a área desmatada atingiu 26.130km2, um aumento de 6,23% em relação ao valor obtido em anos anteriores ( e maior até que o esperado pelo ministério do Meio Ambiente, que seria de 2%).

No texto acima admite-se que:

Alternativa considerada correta:

E) A devastação da Floresta Amazônica pode afetar o clima de todo o planeta em função de sua extensão e de sua importância para o equilíbrio ambiental.

BEM Alguém ai viu no texto qualquer referência ao clima do planeta??? Alguém viu no texto qualquer referência ao "equilíbrio ambiental"?! Alguém viu no texto qualquer referência a "extensão da floresta"?? Na melhor das hipóteses pode-se admitir que a extensão da devastação da uma dimensão da extensão da floresta, mas o resto é informação externa ao texto.

Note que o site da ANPAD diz sobre a prova de analítico:

"Cada questão consiste em um pequeno enunciado seguido por uma questão com cinco respostas possíveis acerca desse enunciado. A tarefa do candidato é escolher a melhor dentre essas respostas.
Embora os enunciados abordem diversos temas, estes são auto-suficientes em termos de compreensão do tema, não requerendo do candidato o conhecimento prévio do assunto tratado; portanto, o foco da questão privilegia a análise do argumento, da suposição ou da inferência contidos no contexto do enunciado, e não em conhecimentos prévios sobre o tema do enunciado em si. " - EM http://anpad.bs2.com.br/provas/analitico.jsp


Bem, como quero ensinar direito aos meus alunos, comprei a explicação da ANPAD, para ver se tinha algum raciocínio a mais... conclusão... aprenderia mais na apostila que eu mesmo escrevi. Segue a explicação da ANPAD:

Resposta E. Devido a extensão de sua área verde, a Floresta Amazônica representa uma fonte de oxigênio extremamente importante para o planeta. Sua devastação poderá prejudicar o clima da Terra, pois o oxigênio produzido pelas plantas durante o dia e o gás carbônico absorvido por elas durante a noite contribuem para o equilíbrio do ecossistema do planeta. Com base nisso, pode-se admitir essa alternativa como verdadeira. (grifos meus)

PELO AMOR DE DEUS, NÃO SÓ NÃO JUSTIFICAM, USAM INFORMAÇÕES EXTERNAS AO TEXTO E USAM INFORMAÇÕES INCORRETAS. O AUTOR AINDA ACREDITA NA IDÉIA "AMAZÔNIA PULMÃO DO MUNDO".

A importância para o clima da floresta amazônica está ligada a umidade que produz, ao carbono que está retido nas árvores faz centenas de anos, e não ao ciclo diário de uso e consumo de oxigênio, cujos méritos permanecem com as algas marinhas. Visite essa entrevista sobre a amazônia e o clima para mais explicações. O oxigênio produzido na floresta não tem nenhuma importância para o clima, o que importa para o clima é o oxigênio "consumido" no desmatamento e queimada da mesma. Quem produz o nosso oxigênio são as algas. Veja em
http://www.valeverde.org.br/html/clipp2.php?id=2761&categoria=Biodiversidade


Bem, e eu tenho que ensinar os outros esse tipo de telepatia...





24 junho 2007

Aquele que não tiver pecado...

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.
Nunca esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas
Nunca me esquecerei desse acontecimento
que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho
tinha uma pedra

(C. Drummond)

Antes que alguém pense bobagem, o título do post não é o título do poema...

"Os cacos da vida, colados, formam uma estranha xícara. Sem uso, ela nos espia do aparador" - C.D.

21 junho 2007

A estatística encontra a imprensa



Dizia o professor do meu amigo Zé Edu: "A estatística é a arte de torturar os números, até que eles confessem".

Pois a imprensa tende a torturar os leitores e não os números. A tortura é tamanha, e tem se repetido tão longamente, que resolvi...tá bom, eu confesso.

Caso 1
A primeira vez que vi um artigo com um absurdo estatístico, a matéria dizia que pesquisadores noruegueses entrevistando homens e mulheres, concluíram que os homens em média tinham 18 parceiras sexuais ao longo da vida enquanto as mulheres em média tinham 5 parceiros. Por mais que eu acredite que a pesquisa foi bem feita, ela revelava uma coisa risível.

PENSE: Como a população de homens e mulheres é muito próxima 51% mulheres e 49% de homens, os números deveriam ser próximos, cada vez que um homem troca de parceira, uma mulher troca de parceiro.... colocando de outra forma, COM QUEM OS HOMENS ESTAVAM TRANSANDO? A resposta é simples... a pesquisa revela apenas que ou os homens mentem para cima, ou as mulheres mentem para baixo (ou ambos).
Depois vi um documentário sobre o assunto em que submetiam a moça que respondeu "seis parceiros" a um teste do polígrafo e ela assumiu que havia mentido na pesquisa.

Ok, podemos aceitar que existam os homossexuais, mas eles não são em tão grande número para fazer a diferença, não é mesmo?
Onde vi essa pérola? - Revista Veja.

Caso 2

A revista da Veja São Paulo fez matéria sobre os fumantes, e traz a seguinte sentença sobre a Itália "Apesar de 22% da população ser de fumantes, oito em cada dez italianos aprovam a lei."
Prof. Pasquale me salve: Por que o repórter usou o termo:"Apesar"?!!?
Se 22% fumam, 78% não fumam. Podemos arredondar esses 78% para 80% e dai sabemos que 8 em cada 10 não fumam. Será que esses que não fumam são os favoráveis a lei?

Caso 3

A mesma revista Veja, nos presenteia com uma matéria sobre o tamanho do pênis.
http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/130607/sumario.shtml
A ciência prova: tamanho não é, mesmo, documento 90

" Estudo realizado por dois urologistas ingleses mostra que 45% dos homens estão insatisfeitos com o tamanho de seu pênis. No entanto, a maior parte dos homens que avaliam ter pênis pequeno, na verdade, tem um órgão de tamanho absolutamente normal. Medições feitas em mais de 11.500 homens mostram que a maioria dos homens possui pênis com comprimento entre 14 e 16 centímetros e circunferência entre 12 e 13 centímetros – em ambos os casos, em estado ereto. Segundo o consenso entre os médicos, para ser considerado pequeno, um pênis precisa medir menos de 7 centímetros, quando ereto."

OK, se o cara tem um "pequeno príncipe" de 7 cm, melhor se matar. MAS, só para esclarecer aos repórteres. OS HOMENS NÃO SÃO LOUCOS. Ninguém gosta de ter o pênis menor que a média. Vamos dizer que 10% dos homens estão na média (e a média é 15 cm e não "entre 14 e 16", se alguém acha que esses 2 cm não fazem diferença, um estudo mostra que os homens mentem em média 2 cm a mais na altura em sites de relacionamentos (almas gêmeas, par perfeito e similares)). Bem se chutei que 10% estão bem próximos aos 15 cm (vamos aceitar uns 2mm de erro). Teremos 90% dos homens fora deste valor. Metade acima, satisfeita com o tamanho. Metade abaixo, insatisfeita com o tamanho.

Com um último detalhe... na verdade os homens são uns otimistas, afinal você se satisfaria se alguém o descrevesse como: "Uma pessoa de inteligência mediana, feiúra normal, desempenho sexual nada fora do comum, e de resto medíocre"?! - Acredite estar na média é triste.

Abs.
Carlos

OBS: E antes que alguém comente, não faço medidas do "João Grandão" desde os 12 anos, isso é uma preocupação de gente mediana.

18 junho 2007

Orientador tampão?!

O que é isso?

15 junho 2007

Problema enviado pelo Rodrigo



"Você dispõe de uma balança, do tipo da de feirante, com dois pratos, perfeitamente calibrada.

há 12 bolas perfeitamente idênticas em textura, dimensões, e todos os atributos físicos, exceto o peso, uma delas possui o peso DIFERENTE do das demais.

dispondo-se de apenas três pesagens nas balanças (isto é, apenas pode-se pesar um determinado conjunto dessas 12 bolas 3 vezes, no máximo), indique o método e o raciocínio empregados para se determinar com exatidão qual a bola que possui o peso diferente." - Rodrigo cientista

É um belo problema.

Pressione simultaneamente Ctrl + A para ver a minha solução.
Solução:
Primeiro apanha-se um grupo de quatro bolas( grupo A) e coloca-se de lado.
Compara-se as oito bolas restantes, quatro(grupo L) e quatro(grupo P).

I. Se a balança equilibrou, você sabe que as diferentes estão no grupo A.
Apanhamos então três bolas do grupo A e comparamos ao grupo P ou L para determinar se a bola é mais leve ou mais pesada. Se a bola for mais leve, a balança tenderá para o lado do grupo de controle (P ou L) se for mais pesada, acontecerá o oposto.
Finalmente resta uma pesagem, e já sabemos que a bola está entre as três restantes, e se é mais leve ou mais pesada, então basta deixar uma de fora e comparar as outras duas. Se não pender para nenhum lado, é a que ficou de fora.
Faltou apenas dizer que se na segunda comparação (realizada com 3 bolas do grupo A e três do grupo P)acontecer o equilíbrio, sabemos que a bola do grupo A que ficou de fora é a mais pesada ou leve e resta uma pesagem para determinar exatamente isso. O que conclui-se facilmente, comparando com outra bola qualquer.


II. Se a balança não equilibrou, pendeu para um lado. Suponhamos que pendeu para P (Note que a bola pode estar em L e ser mais leve),vamos trabalhar como se a bola estivesse em P e fosse mais pesada.


Então na segunda pesagem faremos PaPaLa versus PbPbLb(3 bolas, sendo 2 de P e uma de L de cada lado( lados a e b), num total de 6 bolas).

Se equilibrar temos do lado de fora, duas bolas do tipo "+ Leve" ou L. Na terceira pesagem, basta comparar uma com a outra e já saberemos qual a mais leve e diferente do restante.

Se não equilibrar, ficamos na seguinte situação, descobrimos que as duas bolas L que estavam fora são iguais às bolas do grupo A e não nos servem. Digamos que pendeu para LaPaPa ( note que tanto faz, pela simetria da resposta). Daí sabemos que ou a bola que nos interessa é Lb ( a mais leve do lado B dos pratos) ou é uma das duas mais pesadas do lado A dos pratos Pa.

Bem, resta-nos uma pesagem e temos três bolas potenciais. Comparamos as duas bolas do tipo P e vemos para que lado a balança pende. Para qualquer um deles, essa bola é mais pesada que as restantes. Caso haja equilíbrio, a bola Lb é mais leve que todas as outras.



Abs.
Carlos

Flex


O comercial do Fox Flex é ótimo, termina com essa frase, pérola da lógica:
"Se você é diferente como eu, deve ter um carro como o meu." Louvemos ao publicitário autor dessa maravilha.

14 junho 2007

Coliformes Totais - As bactérias do grupo coliforme são consideradas os principais indicadores de contaminação fecal

Os coliformes estão presentes em grandes quantidades nas fezes do ser humano e dos animais de sangue quente. A presença de coliformes na água não representa, por si só, um perigo à saúde, mas indica a possível presença de outros organismos causadores de problemas à saúde. Os principais indicadores de contaminação fecal são as concentrações de coliformes totais e coliformes fecais, expressa em número de organismos por 100 ml de água.De modo geral, nas águas para abastecimento o limite de Coliformes Fecais legalmente tolerável não deve ultrapassar 4.000 coliformes fecais em 100 ml de água em 80% das amostras colhidas em qualquer período do ano. - Fonte: Universidade de Agua

Faça uma conta rápida:

100 ml de agua, 1.000 bactérias (vamos dar um desconto, afinal é agua boa, direto da guarapiranga) que se alimentam de "cocô".

Por dia você deveria tomar dois litros de agua. Ou seja 20.000 bactérias de cocô. Em um ano são 700.000 . Ao longo da sua vida, serão 350.000.000.. conforme-se, você manja tranquilo um kilo de fezes...

12 junho 2007

Troquei o Post para "Feliz dia dos Namorados"

A pedidos da minha.
Assisti ao Filme "O grande Truque".
O filme é muito bom, e ainda por cima dá lições de marketing: "Pegue algo comum, e faça disso algo extraordinário. Finalmente, traga-o de volta, não basta fazer desaparecer, é preciso trazê-lo de volta (do extraordinário para o ordinário)".

07 junho 2007

Lógico

Uma pedra caiu no vaso. Adeus vaso. Um vaso caiu numa pedra. Adeus vaso.

04 junho 2007

Os sonhos do Faraó

Os sonhos do Faraó


Está nas tintas do livro sagrado. Lembra-te quando o Faraó teve sonhos com sete vacas gordas, com espigas graúdas e miúdas, com sete vacas magras devorando as sete vacas gordas e chamou José:
José, que não era brasileiro, traduziu:
LIVRO DE GÊNESIS — Capítulo 41

29 Eis que vêm sete anos de grande fartura em toda a terra do Egito;

30 a estes seguirão sete anos de fome, e toda aquela fartura será esquecida na terra do Egito e a fome consumirá a terra;

E José, dando claras instruções, disse para onde:
34 Faça isto Faraó: nomeie administradores sobre a terra, que tomem a quinta parte dos produtos da terra do Egito nos sete anos de fartura;
35 e ajuntem eles todo o mantimento destes bons anos que vêm, e amontoem trigo debaixo da mão de Faraó, para mantimento nas cidades e o guardem;
36 assim será o mantimento para provimento da terra, para os sete anos de fome, que haverá na terra do Egito; para que a terra não pereça de fome.
37 Esse parecer foi bom aos olhos de Faraó, e aos olhos de todos os seus servos.

Mas, no nosso país, as vacas estão gordas, o Dólar está caindo e então no que pensa nossa população, nossos governantes, nosso Faraó, e o José? Em separar parte da gordura das vacas? Em guardar nos silos os rios de soja? Ou em gastar a fartura em importados da China? Ou em consumir carros novos e comprar a crédito? Ou em viagens ao exterior com Dolar barato?
Mas não se preocupe, porque o nosso governo já providenciou, e melhor do que o Faraó, toma não apenas 1/5 (20%) da produção da Terra em que tudo dá, mas 35%. E nosso Faraó é muito mais sábio, e não espera que os anos de fartura acabem... "Por que esperar? Neste país nunca antes houve tanta abundância"... e distribui entre os seus o que recolheu daqueles que produzem com seu suor. Não se preocupe com as vacas, o problema são as vagas.
Carlos pergunta: "E agora José?"
José não responde... sua resposta foi esquecida, e ele está muito cansado, pois seus ombros suportam o mundo.
Enquanto isso os escribas, os economistas, os mensaleiros, os senadores, os agricultores, os investidores, os miseráveis, as mães, e os filhos das mães... todos se alegram e esquecem que não há planos para o futuro, não há projeto, não há destino pensado, há apenas a fartura, o deixar correr o barco, deixar fluir o mundo, fazer negócios da china, navegar sem destino... como Alice, que podia tomar qualquer caminho, pois não sabia para onde ia...
Mas já dizia o poeta:
"Navegar é preciso. Viver não é preciso."
Infelizmente, ao saber do PAC, que não sai, da reforma tributária, que não sai, dos acordos comerciais, que não saem, da reforma previdênciaria, que não sae, dos juros, que não caem, penso apenas no livro sagrado:"e Faraó contou-lhes os seus sonhos, mas não havia quem lhos interpretasse..."
Carlos Lavieri

Prova ANPAD


Ocorreu ontem a prova ANPAD de Junho de 2007. As questões não estavam diferentes do normal, mas estavam muito trabalhosas em RQ e RL.

02 junho 2007

100 Posts


Com esse atingi a marca dos 100 posts publicados.

01 junho 2007

Lojas Falsas na WEB.


Deparei me com uma história na WEB sobre a loja Cyberfast, e resolvi checar. Vamos lá:
O email dizia que a loja era pilantra, e era uma farsa. Ao digitar "comprei + Cyberfast" no google, veja só encontro então 18 avaliações positivas no site do Buscapé (http://preco.buscape.com.br/opiniao_loja.asp?emp_id=82743), e um post, em diversos sites, dizendo que tal loja é uma organização criminoso. O post de alerta é sempre o mesmo. Por outro lado, não encontrei nenhuma menção legal a isso, nem tampouco nenhum outro elogio a loja fora do site do buscapé.
Eis que volto ao google e dou novas buscas, e me deparo com essa página:
Ou seja, a loja realmente era um golpe, era nova (não compre de lojas muito novas), e mais assustador o buscapé continua mantendo a página com os elogios no ar, além de outra com as denuncias. O site da empresa já não existe mais... Fato: o sistema de avaliação do buscapé é falho, permite que você diga que fez uma compra mesmo sem ter realizado a mesma, permite que você avalie mesmo sem ter realizado compras, fica muito fácil para os pilantras, não é mesmo? Melhor não se ater a estas avaliações.